Após sofrer uma síndrome rara ao nascer, menino é submetido a tratamento e fica irreconhecível

Fonte: Reprodução

Submetido a uma espécie de milagre, um menino que sofre de uma síndrome rara, teve seu rosto completamente modificado por conta de um tratamento intenso e doloroso.

Diagnosticado com uma deformidade facial raríssima logo após deixar o ventre de sua mãe, o primeiro caso de “Síndrome de Crouzon”, foi presenciado e divulgado publicamente pelo doutor Alexander Stratoudakis, no Hellenic Craniofacial Center (HCC), renomado hospital localizado em Atenas, na Grécia. Ele chamou a atenção do mundo e se tornou assunto em diversos sites, jornais e revistas.

Síndrome rara é discutida abertamente por médico

Acometendo uma pequena leva de crianças, a Síndrome de Crouzon é tida como raríssima. Dando formatos diferenciados a face do bebê, a mesma é facilmente identificada, porém, a identificação só pode ser feita após o nascimento, devido ao fato da condição não ser revelada em exames de ultrassom realizados durante o pré-natal.

Fonte: Reprodução

Visando abrir a mente de muita gente que não conhece a síndrome e possui dúvidas a respeito do tratamento que visa reverter a condição do paciente, o médico que acompanha o menino que você verá abaixo desde o nascimento, utilizou a internet e as redes sociais para falar sobre o assunto e mostrar a incrível transformação a que seu paciente, cujo o nome não foi divulgado, passou.

Doutor esclarece dúvidas e compartilha detalhes do tratamento submetido a paciente com Síndrome de Crouzon

De acordo com Alexander Stratoudakis e alguns colegas que atuam do Hellenic Craniofacial Center em Atenas, a única forma de reverter a síndrome, é com cirurgia.

Fonte: Reprodução

Segundo ele, a cirurgia realizada no rosto do paciente consiste na fratura de vários ossos da face, para então colocar um dispositivo conhecido como “distrator osteogênico”, que são parafusos que direcionam e estimulam o crescimento ósseo.

Fonte: Reprodução

Diagnosticada na hora do nascimento, é recomendado que a cirurgia ocorra o quanto antes por conta de uma série de problemas funcionais que exigem solução imediata, como a apneia obstrutiva, que causa o aumento da pressão intracraniana, contribuindo diretamente para a diminuição da visão do paciente.

Antes e depois de paciente surpreende o mundo

Causada por múltiplas mutações no gene FGFR2, que podem ser herdadas dos pais ou serem novas mutações, acomete de 1 a cada 60 mil pessoas.

Fonte: Reprodução

Embora o processo de “reversão” da síndrome seja complexo, o mesmo vem sendo a cada ano mais procurado ao redor do mundo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here