Ela se fotografou com a mesma roupa em diversos provadores do shopping e desvendou um mistério

Fonte: Reprodução

Enquanto muitos se perguntam o motivo daquela roupa nova que comprou dias atrás não estar tão legal em seu corpo como no dia da aquisição, esta compradora curiosa resolveu pesquisar à fundo este “fenômeno” que a assolava sempre que experimentava uma roupa na loja e posteriormente em casa.

Um tanto quanto intrigada com o fato das roupas recém-compradas não caírem tão bem em seu corpo automaticamente após pagá-las e experimentá-las em casa, mais precisamente em frente ao seu fiel espelho, a jornalista russa chamada, Inna AdMe, cansou de se arrepender de suas compras e buscou estudar de perto o que realmente acontecia.

Realizando uma pesquisa de campo, ela se dirigiu até um shopping de sua cidade e visitou os provadores de diversas lojas. Utilizando sempre o mesmo figurino e penteado, ela decifrou alguns segredinhos utilizados pelos comerciantes e fez questão de expô-los publicamente em seu blog.

Mulher se fotografa com a mesma roupa em diversos provadores do shopping e revela um mistério

Visitando diversos provadores, Inna se surpreendeu com as formas de manipulação de sua própria imagem com aquilo que se encontra diante de seus olhos.

Trajando uma calça preta e uma camiseta básica branca, a jornalista russa fez a mesma pose ao se fotografar no interior dos provadores, de frente aos espelhos, e literalmente se assustou com o que descobriu. Compare as imagens e fique por dentro do que ela desvendou.

Foto original

Fonte: Reprodução

Esta fotografia foi tirada ainda em casa com a finalidade de compará-la com as demais tiradas nos provadores do shopping.

Fundo vermelho

Fonte: Reprodução

Segundo a moça, muitas lojas optam por provadores com tons vermelhos para dar uma impressão de destaque nas clientes, fazendo-as se sentirem poderosas independente da roupa que estão usando.

Espaçoso e bem iluminado

Fonte: Reprodução

Se “sentindo em casa” neste outro, ela afirmou que a comodidade conciliada a uma excelente iluminação colaborou para que ela se sentisse mais jovem e confiante no local.

Alto e bem iluminado

Fonte: Reprodução

Contando com um ótimo espaço físico, este de portas altas e decoração em tons pastéis, seguidos de uma boa iluminação, colaboraram para que ela se sentisse mais alta e instantaneamente mais magra.

Iluminação e foco

Fonte: Reprodução

Contando com uma iluminação mais amarelada, criando um efeito sépia no ambiente, Inna afirmou que enquanto se fotografava, notou sua roupa em evidência, deixando seu rosto bem como a “desarrumação” de seu cabelo em segundo plano.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here