Este jovem foi proibido de ir trabalhar de bermuda e sua vingança surpreendeu a web

O verão é definitivamente uma época onde todos buscam usar roupas leves e abertas com a intenção de sentirem menos calor. Porém, existem lugares que exigem o uso de calça e tênis, principalmente quando se trata de escritórios de trabalho, locais onde todos devem estar padronizados.

Fica chato o patrão não deixar seus funcionários usarem uma bermuda por exemplo, a fim de fugirem um pouco do calor insuportável. Esse foi exatamente o caso de Joey, o rapaz foi mandado para casa após aparecer no trabalho usando uma bermuda curta e tênis.

Foto:Reprodução

Este rapaz foi proibido de ir trabalhar de bermuda e sua vingança foi surpreendente

Seus chefes proibiram o uso delas e como desobedeceu, foi mandado para casa para refletir um pouco. Em seu Twitter oficial, ele publicou uma imagem dentro de seu carro com a suposta bermuda que foi mandado para casa.

Na publicação, ele pergunta se uma mulher tem total liberdade para usar vestido no trabalho, e se também poderia usar uma roupa um pouco mais curta. Ele mesmo acaba respondendo a própria pergunta e diz que não.

Em casa, ele teve uma ideia brilhante, se lembrou que não havia nenhuma restrição para vestidos e não teve dúvidas, foi com um para o trabalho no dia seguinte.

Novamente usou seu Twitter para compartilhar seu novo look para trabalhar e na legenda, ele já avisava que em pouco tempo estaria de volta na rede social, já que iria ser mandado embora.

Porém, ao chegar no escritório, foi pego de surpresa, ninguém o impediu de trabalhar e para “melhorar” sua situação, seus outros colegas de trabalho apoiaram muito sua iniciativa, já que todos também achavam uma injustiça o fato de não poderem usar bermudas.

Durante o expediente, os chefes foram até ele e deram permissão para o jovem ir até sua casa e colocar uma bermuda, mas ele disse que estava bem daquele jeito e continuou suas atividades. Ao final do dia, chegando em casa, notou um email da empresa em seu correio eletrônico.

Foto:Reprodução

Nele estava informando que de agora em diante, os homens poderiam usar shorts curtos caso tivessem cores discretas como o preto. O fato aconteceu no ano de 2014, em Buckinghamshire, Reino Unido, e tal “brincadeira” serviu de lição para regras de vestimentas que na maioria dos casos só atrapalham.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here