Vivendo há 24 anos dentro do esgoto, ele resolveu abrir “as portas de sua casa” para o mundo

Fonte: Reprodução

Sem uma casa convencional para dividir com a esposa e seu cachorro, este homem passou a viver dentro de uma tubulação de esgoto, que foi sendo adaptada para que eles realmente pudessem se sentir em casa.

O colombiano, Miguel Restrepo, que durante grande parte de sua juventude foi viciado em drogas, deixou sua família quando ainda era um adolescente e foi viver nas ruas de Medellín.

Enfrentando uma série de dificuldades, ele, que nunca conseguiu um trabalho de carteira assinada, não viu outra alternativa além de continuar nas ruas da capital da Colômbia, vivendo dos “bicos” que conseguia fazer.

Fonte: Reprodução

Sentindo necessidade de um lugar fixo para morar e guardar as poucas coisas que conseguia para sobreviver, como roupas e alimentos, ele começou a dormir dentro de um esgoto no centro da cidade.

Conhecendo Maria Garcia, que também é moradora de rua e estava à procura de um local para “fixar residência”, eles decidiram fazer do espaço que antes só era frequentado nas noites frias de inverno, como moradia diária.

Fonte: Reprodução

Casal vive em esgoto no centro de Medellín, capital da Colômbia

Juntos há mais de 25 anos, Miguel Restrepo e Maria Garcia vivem há 24 dentro de um esgoto, que passaram a chamar de casa. O casal, que não teve filhos, vê o cachorro de estimação que adotaram como um membro da família.

Fonte: Reprodução

Vivendo os três, juntos no espaço de 3 metros de largura, 2 metros de comprimento e apenas 1,4 de altura, eles revelam que não têm do que se queixar e que já se acostumaram com a agitação das pessoas que caminham pelas ruas, por cima de suas cabeças.

Casal de colombianos abre as portas de “casa” para o mundo

O fato do casal viver em um esgoto, intrigou muita gente ao redor do mundo. Ciente da fama e da repercussão de sua história e moradia, eles concordaram em abrir as portas de sua “casa” e mostrar detalhes de como é viver em um local tão inusitado.

Fonte: Reprodução

Embora o espaço seja demasiadamente apertado, eles conseguiram criar alguns ambientes que se dividem em cozinha, sala e quarto.

Com direito a cama, fogareiro, ventilador, televisão, árvore de Natal e até mesmo um Papai Noel de decoração, eles seguem vivendo no esgoto desativado que corta parte da cidade de Medellín.

Fonte: Reprodução

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here